Página Inicial
Notícias
Acesso à informação

Em setembro de 2020, o Índice de Movimentação Econômica de Salvador (IMEC-SSA), calculado pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia vinculada à Secretaria do Planejamento (Seplan), avançou 4,2%, frente ao mês imediatamente anterior, na série livre de influências sazonais.

O resultado exibido neste indicador em relação a agosto de 2020 foi determinado principalmente pelo o início parcial da fase três da retomada das atividades em Salvador, com a reabertura dos clubes sociais, apenas para as práticas esportivas, individuais ou em dupla, com exceção daquelas que exijam contato físico. Das Secretarias e órgãos públicos municipais que voltaram a funcionar com regras para preservar a vida tanto de servidores quanto da população em geral. E a ampliação da capacidade máxima de pessoas em templos religiosos, que saltou de 20% para 30%, ou seja, no máximo 50 pessoas.

Essa retomada gradual na capital baiana foi sentida em cinco das seis variáveis que compõem o indicador, com destaque para: Passageiros intermunicipais (83,5%), Passageiros no Aeroporto Internacional de Salvador (31,6%), Passageiros urbanos (13,5%), Consumo de Combustível (17,4%), e Consumo energia elétrica (1,9%). Em contrapartida, apenas Carga portuária (-9,1%) puxou o índice para baixo.

Em sentido oposto, o indicador apontou decrescimento de 29,9%, quando comparado com o mês de setembro de 2019, acumulando no ano queda de 27,0%. Em 12 meses o índice caiu 19,5%.

 

Voltar ao topo