Página Inicial
Notícias
Acesso à informação

Após ter decisão favorável no Supremo Tribunal Federal, a Petrobras iniciou a etapa de divulgação da oportunidade (teaser), referente à venda da totalidade de suas participações em um conjunto de vinte e oito concessões de campos de produção terrestres, com instalações integradas, localizadas na Bacia do Recôncavo e Tucano, em diferentes municípios do estado da Bahia, denominados conjuntamente de Polo Bahia Terra.

O Polo Bahia Terra totaliza produção média de 14 mil barris diários de petróleo - volume pequeno se comparado ao pré-sal, mas expressivo para a realidade do ambiente “onshore”. Para dimensionar melhor o tamanho do ativo, um potencial comprador do polo baiano incorporaria um volume suficiente para figurar no ranking dos dez maiores produtores de petróleo do país.

As atividades da Petrobrás na Bahia respondem atualmente por cerca de 15% da produção industrial do Estado, 16% das exportações e 20% da arrecadação de ICMS. De acordo com a empresa, a intensificação dos desinvestimentos ocorre em meio à proximidade do prazo fixado pela ANP para que a empresa se desfaça dos ativos que não lhe interessam mais até o fim do ano, o que acelerou a sua saída do “onshore” nos últimos meses em meio à queda dos preços do petróleo, reforçando a estratégia da estatal de se livrar de ativos com custos operacionais mais elevados.

Acesse boletim completo no site da SEI, clicando aqui!

Voltar ao topo