Página Inicial
Notícias
Acesso à informação

O setor da construção civil na Bahia manteve o ritmo de atividade no primeiro semestre, mesmo com a pandemia de Covid-19, segundo avaliação do diretor de Relações Institucionais do Sindicato da Indústria da Construção do Estado da Bahia (Sinduscon-BA). Para o executivo, as obras públicas operaram praticamente na normalidade até junho, enquanto o setor imobiliário sentiu os efeitos da pandemia principalmente nas vendas. Em março, a comercialização das unidades teve queda de aproximadamente 60%. Em abril, o cenário piorou – cerca de 70% de recuo -, mas o segmento sentiu uma recuperação nos dois meses seguintes. As informações foram analisadas pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia vinculada à Secretaria do Planejamento.

As exportações baianas do agronegócio totalizaram US$ 1,7 bilhão no primeiro semestre de 2020 contra US$ 1,63 bilhão – alta de 4% ante igual período de 2019, mesmo com a queda generalizada das cotações de diversos produtos. A alta foi puxada pelo aumento de 22,7% no volume embarcado, principalmente de soja, celulose, algodão, especiarias, couros e peles, fumo e carne de aves.

De acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-Ba), os efeitos econômicos da pandemia do novo coronavírus resultaram, nos meses de abril, maio e junho, em uma perda de R$ 1,5 bilhão em receitas brutas para o Estado da Bahia, em comparação com igual período de 2019. O cálculo considera o total arrecadado com os impostos e taxas estaduais e as transferências obrigatórias do Fundo de Participação dos Estados (FPE).

O Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), o principal tributo do Estado, a perda foi de R$ 1,02 bilhão em comparação com os números de 2019. A segunda perda mais relevante ocorreu no FPE, cujos números registraram redução de R$ 395,8 milhões na comparação com o ano passado. As demais perdas dizem respeito a Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), Imposto de Transmissão Causa Mortis e Doação de Quaisquer Bens ou Direitos (ITD) e taxas. Trata-se de valores brutos, ou seja, ainda sem considerar os repasses obrigatórios de 25% da receita com ICMS para os municípios e, no caso do FPE, de 20% para o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) e de 1% para o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep).

A Ford decidiu suspender temporariamente os contratos mil e seiscentos funcionários e terceirizados da sua fábrica situada no Polo Industrial de Camaçari. De acordo com a empresa, a decisão atingirá mil funcionários da fábrica e outros 600 sistemistas, que terão os vínculos suspensos entre 1º de agosto e 31 de outubro. A suspensão visa adequar o volume de produção à menor demanda do consumidor diante da pandemia do novo coronavírus. 

O Governador Rui Costa e o Secretário da Saúde Fábio Vilas-Boas, inauguraram dia 15 último, o Hospital Geral Clériston Andrade 2 (HGCA 2). O maior hospital construído no interior da Bahia começou a operar oferecendo 40 novos leitos de Terapia Intensiva, que inicialmente estarão dedicados a pacientes com o diagnóstico de coronavírus (Covid-19).

A nova unidade, projetada para atender a segunda maior cidade do estado e ainda absorver a demanda dos municípios do entorno, possui três pavimentos, construídos em uma área total de mais de 25 mil metros quadrados, setor de bioimagem, além do maior centro cirúrgico do interior da Bahia, com 12 salas, bem como um Centro de Hemorragia Digestiva. Foram investidos cerca de R$ 60 milhões entre obras e equipamentos.

Os detalhamentos dos setores, destacando alguns fatores que podem afetar as atividades de cada um, podem ser acessados no boletim completo no site da SEI clicando aqui!

 

Voltar ao topo